Giovanibruno - Seguros

Open and close menu

9 proteções de seguros pouco óbvias que você tem de conhecer

22.09.2015 |

São Paulo – Para algumas pessoas, os seguros se resumem a uma proteção contra roubo e acidentes de carros ou, no máximo, uma cobertura contra um incêndio na sua casa. Mas, depois de alguns séculos de vida – o primeiro seguro do Brasil, por exemplo, foi registrado em 1808 – a indústria de seguros oferece hoje proteção para quase tudo, até para o risco de abdução por alienígenas.

 

Seguros bizarros à parte, muitas das coberturas oferecidas podem ser extremamente úteis e o melhor: algumas delas não exigem grandes esforços para serem contratadas, são incluídas no seguro da sua casa ou da sua viagem.

Nesta lista, foram selecionadas algumas proteções de seguros pouco óbvias oferecidas por seguros que podem te salvar de roubadas, evitar prejuízos e ajudá-lo na manutenção do seu patrimônio, item importante para um bom planejamento financeiro, mas que nem sempre recebe a devida atenção.

Confira a seguir nove exemplos de proteções que os seguros podem oferecer e veja quais combinam melhor com os riscos aos quais você está exposto.

Proteção para gestantes

Os seguros de viagem oferecem, basicamente, coberturas para morte acidental e assistência médica, mas já existem apólices que garantem tratamento especial às gestantes. É o caso do seguro viagem para gestante, da Assist Card, que cobre despesas médicas relacionadas à gravidez durante a viagem para grávidas até a 26º semana de gestação. Entre as vantagens, estão a cobertura para exames médicos de emergência e ultrassom e imprevistos, como partos prematuros e abortos espontâneos.

 

Proteção para uma tacada certeira no golfe

Uma tradição nos jogos de golfe diz que quando o golfista acerta a bola no buraco em apenas uma tacada, jogada chamada de hole in one, ele deve pagar uma refeição ou uma rodada de bebidas a todos os jogadores do clube. Sim, existe seguro contra esse tipo de risco. Essa proteção pode ser contratada dentro de seguros residenciais que incluem a cobertura de responsabilidade civil familiar, ou em seguros de responsabilidade civil familiar vendidos separadamente do residencial, como é o caso do Tranquilidade Familiar, da Allianz Seguros.

O seguro da Allianz, no plano básico, cobre danos causados a terceiros pelo segurado, seu cônjuge, filhos menores de idade e animais domésticos. “Ele cobre os principais riscos que a propriedade tem em relação a terceiros, como um vazamento que afeta apartamentos vizinhos, a queda de um muro que machuca alguém que está passando por perto do imóvel e até uma mordida do cachorro em uma pessoa que passa pela rua”, afirma Luiz Carlos Meleiro, diretor da Allianz Seguros.

Para essas coberturas básicas, o seguro da Allianz custa 350 reais e tem um limite de indenização de 100 mil reais. Já o seguro mais completo, que além da cobertura para o hole in one, cobre danos causados a terceiros durante a prática de outros esportes, como tênis, surf, pesca e ciclismo, assim como danos sofridos por empregados domésticos durante o trabalho, o valor sobre para 1.500 reais e o limite de indenização é de 500 mil reais.

Proteção contra desemprego

Também existe um seguro que te ajuda a segurar as pontas em caso de desemprego, o seguro prestamista. Ele garante a quitação de dívidas, ou de parte delas, diante de imprevistos, como uma demissão, morte ou invalidez permanente. O seguro prestamista para financiamentos de carros e imóveis, compras parceladas e operações de empréstimo.

Ele é oferecido normalmente pela loja ou banco no ato da compra financiada ou contração da dívida. É comum que esse tipo de seguro cubra de três a seis parcelas em casos menos graves, como em casos de perda involuntária de emprego, e garanta a quitação de 100% do saldo devedor nos casos mais graves, como falecimento, ou invalidez total permanente por acidente.

Eliane Escudero, gerente de massificados da corretora e consultora de seguros Willis, lembra que o seguro cobre situações involuntárias apenas. “Se o desemprego for voluntário, como no caso de o segurado pedir demissão, o seguro não cobre. Isso ocorre para evitar que alguém contrate o seguro para receber a indenização porque sabe que vai pedir demissão.”

Vale ressaltar que alguns seguros prestamistas não preveem cobertura em casos demissões em massa ou falência e encerramento de atividades do empregador. Por isso, é importante ler atentamente a apólice, que pode ter uma série de restrições, para avaliar em quais casos o seguro vale a pena.

Segundo Eliane Escudero, o custo da proteção pode variar entre 1% e 8% do valor da dívida. “A precificação do seguro depende de algumas variáveis, tais como prazo médio, valor total da compra financiada, tipo de segmento, taxa de juros, perfil da carteira de clientes e região. Por isso é difícil precisar uma taxa média”, diz.

Proteção para seu animal de estimação

Na falta de um plano de saúde para animais de estimação, os donos podem contratar o seguro pet, que cobre despesas médicas, como consultas e exames do animal.

Segundo Danilo Silveira, presidente da Comissão de Riscos Patrimoniais Massificados da FenSeg, geralmente o cliente paga as despesas e depois pede o reembolso, mas dependendo da seguradora, ela pode contar com uma rede credenciada de veterinários à qual o segurado pode recorrer.

“Os preços dos seguros pets variam de 80 a 100 reais por mês, mas podem aumentar de acordo com a importância segurada”, diz Silveira. Essa importância segurada é um limite anual de valor que pode ser reembolsado ao segurado.

Alguns seguros podem oferecer adicionalmente cobertura para procedimentos cirúrgicos, assistência funeral, castração, vacinas, parto, tratamento odontológico e internação. O seguro pet é mais comumente oferecido a cachorros e gatos.

Proteção para home office

Se você trabalha em uma grande empresa é provável que ela tenha algum seguro para proteger os computadores e outras ferramentas de trabalho que estão em sua sede. As pessoas físicas que trabalham em casa também podem contar com esse tipo de proteção para cobrir os bens que estão ligados à sua atividade profissional.

“Se acontece um incêndio na casa e existe uma oficina lá dentro, o seguro residencial básico não cobre equipamentos usados para a atividade profissional”, afirma Danilo Silveira, da FenSeg. “Ao contratar a cobertura home office, o segurado muda o enquadramento e passa a cobrir o que usa profissionalmente”, diz.

Existem seguros específicos para microempreendedores, mas se você não tem uma loja instalada na sua casa, mas apenas uma pequena atividade, é possível contratar a cobertura adicional para home office dentro do seguro residencial, que costuma sair mais em conta.

No seguro residencial do BB Mapfre, por exemplo, a cobertura home office garante indenização de prejuízos ou danos causados por incêndio, queda de raio, explosão e roubos para máquinas, móveis, utensílios, mercadorias e matérias-primas. Os valores da cobertura adicional para home office variam de acordo com a importância segurada.

Proteção contra estresse na festa de casamento

Se organizar uma festa de casamento já é caro o suficiente, arcar com imprevistos, como uma eventual interdição do local do evento ou cancelamento do buffet, pode não só levar os noivos a falência como transformar o que era para ser um sonho em pesadelo. Os seguros de casamentos cobrem não só esse tipo de evento, que, no limite, podem levar ao cancelamento da festa, como danos causados aos prestadores de serviço que podem levar os noivos a serem responsabilizados criminalmente.

O Seguro Simplificado de Casamento do BB Mapfre, por exemplo, pode ser contratado por 400 reais. Esse é o valor pago para uma apólice que inclui cobertura de até 25 mil reais em caso de cancelamento do evento, 100 mil reais por danos a terceiros, 2 mil reais para cobrir prejuízos relacionados aos presentes de casamento e 3.500 reais para proteger eventuais danos causados aos trajes dos noivos.

Já na Porto Seguro, o seguro de um casamento para 300 pessoas com coberturas para: acidentes pessoais, alimentos e bebidas, não comparecimento do artista, danos morais e acidentes na montagem e desmontagem do evento, com indenizações que chegam a 300 mil reais, sairia por 1.500 reais.

É importante ressaltar que, como o seguro de casamento cobre danos imprevistos, não há cobertura em caso de desistência de um dos noivos, ou se na assinatura da apólice os segurados já tivessem alguma previsão sobre a possibilidade de adiamento ou cancelamento da festa.

Proteção contra barbeiragem ao volante

Também existe um seguro para te proteger das barbeiragens ao manobrar seu carro na garagem. Dentro do seguro residencial do grupo BB Mapfre, é possível contratar a cobertura “proteção em garagem”. O custo adicional é de 145 reais e ela prevê indenizações de até 25 mil reais ou reparo do carro em casos de danos causados no para-choque, nos retrovisores, no portão e na parede durante a manobra de entrada ou saída da garagem do imóvel segurado.

Proteção para perda e roubo de cartões

O seguro para cartões de crédito e débito é um dos mais baratos desta lista e pode valer a pena para quem mora em cidades com alto índice de violência. Ele cobre basicamente compras realizadas sob coação e prejuízos pela utilização indevida do cartão por perda, roubo, furto e saques. Uma das vantagens deste seguro é a praticidade, já que os valores são debitados diretamente da conta corrente do cliente.

No Santander, o seguro custa 5,45 reais por mês e, além da cobertura básicas para utilização indevida do cartão, no valor de até 100 mil reais, ele inclui cobertura para acidentes pessoais de até 10 mil reais em caso de invalidez ou morte acidental, decorrente de roubo ou sequestro por utilização do cartão.

Já no Bradesco, o custo do seguro é de 6,99 reais por mês. Ele prevê cobertura de até 50 mil reais para compras indevidas (mesmo pela internet) decorrentes de roubo, furto e perda e, em caso de falecimento do segurado,a fatura a vencer é quitada até o limite de 50 mil reais. Ele também oferece transporte até a delegacia em caso de roubo, furto ou sequestro, e o serviço de um vigilante por até 48 horas se depois de roubos ou furtos à residência houver risco à integridade física do segurado e de sua família.

Vale ressaltar que esses seguros normalmente estipulam um prazo de até uma semana dentro do qual o segurado deve comunicar o sinistro (evento que garante a indenização). Se a comunicação demorar, a seguradora pode não reembolsar os prejuízos.

Fonte: Revista Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre a Giovanibruno Seguros

Desde 1993, zelamos pelo patrimônio dos clientes com seguros empresariais e residenciais, além da consultoria em gerenciamento de riscos.

Faça já um orçamento

Quer receber nossos conteúdos e informações exclusivas no seu e-mail? Assine nossa newsletter.

Categorias

Gerenciamento de Riscos

O primeiro passo para uma proteção eficaz.

Saiba mais

Seguros Empresariais

Diversas maneiras de proteger seu patrimônio.

Saiba mais

Seguros Pessoais

Garantir o futuro é dormir tranquilo todos os dias.

Saiba mais

Oportunidade

Você, Corretor ou Produtor de Seguros, venha trabalhar conosco!

Fale Conosco

Oportunidade

Você, Corretor ou Produtor de Seguros, venha trabalhar conosco!

Fale conosco